Nota Carioca

Produtos > Nota Carioca

software nota cariocaA nota fiscal de serviços eletrônica da cidade do Rio de Janeiro


1-  Introdução

2 - O que é uma nota fiscal eletrônica?

3 – Como funciona uma nota fiscal eletrônica?

4 - As vantagens da Nota Fiscal Eletrônica de Serviços

5 - A solução

 

1 – Introdução

O mundo da informática está em constante evolução e aprimoramento. Quase todo dia surgem novas idéias, novas tecnologias, acarretando com isso ganhos de produtividade, qualidade, segurança e muito mais. O mesmo ocorre com os produtos da Estratégia. O que já era bom ficou melhor ainda. Estamos nos referindo ao NotaFiscal, produto destinado ao controle e emissão de notas fiscais de serviço. Com o advento da nota fiscal eletrônica o sistema ganhou um “upgrade” de peso.

voltar ao topo

2 – O que é uma nota fiscal eletrônica?

A Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e) é um documento que substitui as tradicionais notas fiscais impressas e geralmente preenchidas manualmente.

De acordo como a Wikipédia, “Pela definição oficial, uma nota fiscal eletrônica (NF-e) é "um documento de existência apenas digital, emitido e armazenado eletronicamente, com o intuito de documentar uma operação de circulação de mercadorias ou uma prestação de serviços, ocorrida entre as partes".

No Brasil surgiu inicialmente a NF-e, a nota fiscal eletrônica referente ao registro de operações mercantis. Agora começam a surgir as NFS-e, as notas fiscais de serviço eletrônicas, relativas a prestação de serviços. Os estados implementaram a NF-e a agora os municípios começam a exigir a NFS-e.

voltar ao topo

3 – Como funciona uma nota fiscal eletrônica?

A pergunta que se coloca logo em seguida é, e como é que isso funciona?

Eu diria que lembra um pouco a declaração do imposto de renda que todo mundo conhece muito bem.

Através de um programa o indivíduo preenche a sua declaração do imposto de renda e a envia, pela internet, para um site da Receita Federal.

Com relação a nota fiscal eletrônica, tanto a NF-e quanto a NFS-e, é muito parecido. Tem lugar uma operação ou um fato gerador como preferem outros, então as informações relativas a esse evento são enviadas para a secretaria de fazenda, estadual ou municipal, conforme o caso, através de um arquivo eletrônico e são validadas. Uma resposta é retornada pela secretaria confirmando e aceitando, ou não, essas informações. A validade e autencidade das informações, enviadas pela internet, é garantida pela assinatura digital do emitente. Esta nada mais é do que um sofisticado algoritmo, inviolável que garante a autencidade e a origem das informações enviadas. É como uma impressão digital. Nesse caso cada empresa tem a sua e faz uso dela para se comunicar, pela internet, com as secretaria de fazenda do estado ou município.

voltar ao topo

4 – As vantagens da Nota Fiscal Eletrônica de Serviços

São inúmeras as vantagens da NFS-e e todos são beneficiados

Para os contribuintes podemos citar:

Redução de custos de armazenagem de documentos fiscais. Atualmente os documentos fiscais em papel devem ser guardados pelos contribuintes, para apresentação ao fisco pelo prazo decadencial. A redução de custo abrange não apenas o espaço físico necessário para adequada guarda de documentos fiscais como também toda a logística que se faz necessária para sua recuperação. Um contribuinte que emita, hipoteticamente, 100 Notas Fiscais por dia, contará com aproximadamente 2.000 notas por mês, acumulando cerca de 120.000 ao final de 5 anos. Ao emitir os documentos apenas eletronicamente a guarda do documento eletrônico continua sob responsabilidade do contribuinte, mas o custo do arquivamento digital é muito menor do que custo do arquivamento físico.

GED - Gerenciamento Eletrônico de Documentos: a NFS-e é um documento eletrônico e não requer a digitalização do original em papel, o que permite a otimização dos processos de organização, guarda e gerenciamento de documentos eletrônicos, facilitando a recuperação e intercâmbio das informações e simplificação de obrigações acessórias. A NFS-e prevê dispensa de Autorização de Impressão de Documentos Fiscais - AIDF. No futuro outras obrigações acessórias poderão ser simplificadas ou eliminadas com a adoção da NFS-e.

Para a sociedade temos:

Redução do consumo de papel, com benefícios ecológicos;

Incentivo ao comércio eletrônico e ao uso de novas tecnologias.

Para o fisco então as vantagens são inúmeras:

O Fisco pode acompanhar, quase que em tempo real, a atividade econômica e a integração de informações com as diferentes Secretarias de Fazenda o que permite que ele tenha as informações com muito mais velocidade e precisão. Passsa a ter o controle de nota a nota de cada estabelecimento. Aumenta, em muito, o controle sobre as operações das empresas o que faz com que sonegação e fraude diminuam sensivelmente.

voltar ao topo

5 – A solução

O NotaFiscal é  a solução para qualquer empresa prestadora de serviços e que tenha necessidade de emitir a NFS-e. A versão inicial está desenvolvida com o foco na Nota Carioca, que é a NFS-e da cidade do Rio de Janeiro. O sistema faz parte de uma solução bastante ampla e abrangente, onde a tônica é a eficiciência e a rapidez no uso da ferramenta.

Assim o NotaFiscal não só emite a NFS-e, mas tambem gera um bloqueto de cobrança  bancária e que é automaticamente enviado por e-mail e exporta as informações para o sistema Tesouraria, que controla o contas a receber, o contas a pagar, as contas em banco e faz muito mais.

Se a sua empresa presta serviços na área de contabilidade o NotaFiscal tambem gera o DARF para pagamento de impostos que pode ser enviado para o cliente, para os quais o valor do serviço prestado ocasionou uma retenção do Imposto de Renda.

voltar ao topo

6 - O sistema

O NotaFiscal não é um sistema que se propõe a interagir com os sistemas da empresa, como um ERP (Enterprise Resource Planning) ou SIGE (Sistemas Integrados de Gestão Empresarial, no Brasil), por exemplo, embora ele possa até faze-lo.

O NotaFiscal é um sistema completo. Ele tem um cadastro de clientes. Ele controla as notas fiscais a emitir, as notas fiscais emitidas, as notas fiscais emitidas a receber, as notas fiscais emitidas e recebidas, as notas fiscais emitidas e canceladas.

As etapas a serem percorridas para a emissão de uma NFS-e são basicamente as seguintes:

Os serviços prestados pela empresa são digitados no sistema. As informações ficam todas armazenadas nos computadores da empresa.

Um conjunto desses serviços é reunido em um lote que é enviado pelo sistema para a prefeitura. Através do clique em um botão o sistema faz automaticamente esse envio e faz o registro do mesmo, bem como do número do protocolo que é recebido, como comprovante dessa entrega à prefeitura. O usuário não se conecta pela internet ao site da prefeitura, mas é o sistema que faz isso sem a sua interferência. É óbvio que o usuário tem que ter uma conexão de internet em seu computador, seja ela por fibra ótica, “velox”, 3G, conexão discada ou qualquer outra. Tem que ter também um certificado digital no computador onde está instalado o NotaFiscal. Esse certificado é o que dá segurança para que a prefeitura reconheça que os dados são, de fato, daquela empresa que os está enviando.

Uma vez enviado o lote, o sistema consulta a prefeitura para saber se algum dos serviços que constam desse lote apresenta algum tipo de problema ou se o lote inteiro foi processado com sucesso. Apenas os lotes que foram, inteiramente, processados com sucesso, ou seja, zero erros, são então transformados em NFS-e. De posse dessa informação o sistema começa então a “conversar com a prefeitura” e vai pegando um a um os números das NFS-e geradas.

Uma vez gerada uma NFSe o sistema ainda tem a opção de produzir um bloqueto de cobrança bancária. Ele tem também a flexibilidade de envio de cópia da NFS-e e do bloqueto de cobrança, se for o caso, através de e-mail ou impressão para envio pelo correio convencional.

voltar ao topo

Consulte-nos! Temos certeza que podemos atender às suas necessidades.

 

Copyright Estratégia S.C. 2011 - www.estrategiasc.com.br
Av. Pres. Vargas 962, grupo 414 - Rio de Janeiro - RJ - CEP 22071-002 - Tel./Fax: (21) 2263-4386